sábado, 6 de junho de 2009

Lágrimas

Como é chato você se sentir sozinho em meio a uma multidão, como é triste você achar que alguém, algum dia ira dar todo o amor que você deu na mesma intensidade, ninguem vai ser capas de fazer isso, só você e apenas você tem o poder se amar incondicionalmente de realizar todos os seus desejos, mesmo os mais obscuros dos seus desejos... Desilusão amorosa? Não, acredito ser bem amada, muitas vezes em 3º lugar, mas sempre amada (acho, afinal cada um tem sua maneira de amar.) essa duvida irei carregar para o resto de minha vida, devido a alguns "exemplos" (que não devem ser seguidos) devido a filmes de um passado recente. Quando pequena lembro de chorar muito com um velho amigo (travesseiro rs) ele me confortava algumas vezes, mas quando o vazio q sentia tomava conta de mim ele não dava conta de tantas lágrimas, lembro de pedir a DEUS na calada da noite em um sussurro que ele mandasse para mim alguém que ocupasse o vazio que tomava conta de mim. O tempo passou, e de presente de aniversário de 15 anos ganhei um novo amiguinho, que agora conversava comigo não apenas ouvia. Ele ocupava aquele vazio que exista em querer ficar comigo, o vazio se foi e deixou espaço para grandes sorrisos... Continua...

Um comentário:

εϊз Dina Ulbrich εϊз disse...

Oi linda, vamos mexer nesse blog =)))

Beijossss